Bem Vindo!

Gêneros, o que são, pra que servem e como são estruturados


:: Gênero ::

 

generos

 

 

Para estudarmos as orquídeas, separamos elas por grupos (gêneros) que possuem certas afinidades, estes grupos são então classificados, recebem nomes e passam a "responder" por um certo número de indivíduos(espécies).

 

Os gêneros são grupos de espécies que possuem afinidades, semelhanças. Existem diversos gêneros, os mais conhecidos são: Cattleya, Laelia, Brassavola, Oncidium, Phalaenopsis e por aí vai.

 

Cada gênero deste agrupa uma série de espécies.


Exemplo: Cattleya guttata, Cattleya labiata, Cattleya violácea.

 

O primeiro nome é sempre o do gênero e o segundo nome indica a espécie em questão.


Então temos uma orquídea do gênero Cattleya e a espécie é uma guttata.

 
Alguns gêneros tem afinidades com outros, o que nos possibilitaria o cruzamento de plantas entre gêneros diferentes, o que chamamos de hibridos intergenéricos. 


 

 
Exemplo, poderíamos cruzar uma planta do gênero Laelia com uma planta do gênero Cattleya e

teriamos desta forma uma LaelioCattleya, ou simplesmente Lc.

 
Veja alguns outros exemplos:

 combinacao

 
Nos casos acima, temos uma ou mais plantas cruzadas sucessivamente entre apenas

dois gêneros... mas a brincadeira não para aí.


Poderíamos pegar um destes generos resultantes destes cruzamentos e cruzá-lo com

outro gênero e assim teriamos um nome um pouco mais longo. vejam:

 combinacao2

confuso
   

Nesta altura do campeonato, você já está questionando "o porquê" aprender

todos estes nomes, ou mesmo perguntando "dá pra complicar mais?" Risos...

 

A resposta é sim! Agora que temos o resultado do cruzamento de plantas de

3 generos diferentes exemplo Brassolaeliocattleya ou simplesmente Blc,

podemos criar uma planta com 4 gêneros?

 

Algo como cruzar uma Brassolaeliocattleya com uma sophronitis?

 

Sim... podemos!


 

 Mas se acalme, o nome deste quarto gênero não será Brassolaeliocattleyasophronitis ou algo do tipo. 


Para nossa saude mental, os cientistas(sistematas) determinaram que quando houver

mais de 3 gêneros envolvidos em um cruzamento, o nome do novo gênero não será

montado a partir da aglutinação de partes dos nomes dos gêneros anteriores,

ao contrário disso, criaria-se um novo nome para se especificar este cruzamento.

 

No exemplo dado acima, o Cruzamento que envolve Brassavola, Laelia, Cattleya e Sophronitis se chama Potinara.

combinacao3 

 
E aí vem a pergunta que não quer calar: Mas pra que eu preciso saber de tudo isso?

 
Não é que precise, mas é bom saber isso e conhecer o nome e a origem de suas plantas,

uma vez que se um dia você quiser ou precisar buscar mais

informações sobre ela, com estes dados você irá conseguir!

 

Outro detalhe, para quem se envolve e gosta de exibir suas plantas em

exposições de orquídeas, é importante saber que só participam de exposições e/ou julgamentos,

plantas devidamente identificadas. Isso porque nestas exposições a qualidade das

plantas e cruzamentos são julgados e pra saber se uma planta tem qualidade ou não,

precisamos conhecer seu histórico, seus ancestrais.

 

 

 

etiqueta    

Exemplo de como as plantas do Orquidário Imperial são identificadas

 

etiquetavenda

>>> Etiquetas de Ident. (50 unid.)

 

Só assim, conseguimos saber se ela representa bem a espécie em questão ou não.


Imagine que você esteja julgando a altura de um cão (amamos cães, gatos, pagaios e por aí vai).


Se você não sabe a que raça e pertence, se não sabe se os pais foram cães da raça

Poodle (cães em geral pequenos) ou Dog Alemão (cães gigantescos), dificilmente você teria condições de

opinar se ele é um cão mais alto que os seus pares ou mais baixo.


Por isso esta informação é importante. E por isso os "vira-latas" também não entram em competições

caninas, embora em nossos corações eles já estejam ha muito tempo!

 

cattleya   laelia   brassavola   potinara

Cattleya lueddemanniana

rubra x self - Adulta

Laelia tenebrosa

(Adulta)

Brassavola nodosa

(Adulta)

Pot. Egyptian Queen (Adulta)

 

..: Clique nas fotos acima para adquirir ou observar mais informações sobre estas plantas :..

 

O nome, assim como a ancestralidade é muito importante.

Não é imprescindível para ser agraciado com belíssimas flores, ou para presentear alguém,

mas como explicamos, facilita a busca de informações, possibilita comparações e julgamentos,

auxilia até na troca de uma muda com a amiga!

 

Gostou deste artigo?


Não perca os próximos: Cadastre-se gratuitamente agora mesmo com apenas dois cliques: 

http://www.88.miktd7.com/w/5e7eGIBe2ZoVpkV6ke9502-7a7


Compartilhe-o com seus amigos e em suas redes sociais... há muito mais por vir!


Quer acessar outros números? Clique AQUI!

 

 
Uma ótima semana,

Rodrigo Aragão

Orquidário Imperial

"Amamos o que fazemos" 


 

rodrigo

Rodrigo Aragão – É co-fundador do Orquidário Imperial e analista de sistemas. Ama o que faz e adora encarar desafios.